O projeto Território do Fazer, do Instituto Conceição Moura, dissemina a cultura de ciência e tecnologia para jovens e crianças da cidade de Belo Jardim. Esse ano somou a terceira participação dos alunos na Mostra Nacional de Robótica. Ao todo foram apresentados 16 trabalhos de alunos do ensino fundamental, médio, técnico e superior no evento. Entre os dias de 11 e 15 de outubro os alunos apresentaram seus projetos para os pesquisadores avaliadores, os trabalhos que recebem as melhores avaliações podem ser premiados com Bolsa de Iniciação Científica. Após o período de avaliações, no dia 01/12 os alunos receberam o resultado e 6 trabalhos desenvolvidos no Instituto foram contemplados com bolsa.

Welington José, um dos premiados com bolsa disse que “é uma honra muito grande para mim como um jovem belo-jardinense saber que consegui ganhar algo tão gratificante e difícil, pois estava competindo com o Brasil todo. Estou muito feliz também em saber que através do nosso projeto muitas vidas serão beneficiadas, não há palavras para descrever as emoções que estou sentindo.”

Istefany Joyce, uma das alunas contempladas com bolsa afirmou: “estou com bastante orgulho de mim mesma, achei que não seria capaz de ter chegado até aqui, sinto uma grande alegria e me sinto privilegiada por isso”.

Além da nova conquista, a MNR 2021 contou com a participação de 3 alunas veteranas do Território. Thalyta Nayara, Julia Beatriz e Vitória Marlene conquistaram bolsa na MNR 2020 e fizeram sucesso na apresentação do desenvolvimento do projeto SDGLP, um sistema para detecção de vazamento de Gás de Cozinha.

Pela primeira vez também aconteceu participação de alunos do nível fundamental, Maysa Silva e Rebecca Beatriz ambas de 11 anos, respectivamente, representaram muito bem a turma de Iniciação à Robótica, trazendo um apelo ambiental na construção dos seus projetos com material reutilizado.

Apesar das dificuldades foi um ano de grandes conquistas, traduzindo em números os trabalhos enviados de Belo Jardim representaram 64% dos trabalhos apresentados pelo estado de Pernambuco, 35% da região nordeste e aproximadamente 10% do total de trabalhos apresentados.

A seguir estão listados os trabalhos de Belo Jardim apresentados na MNR 2021, os destacados em verde foram premiados com bolsa de Iniciação Científica Jr.:

Pulseira para Medição de Temperatura – circuito para medição e indicação da temperatura do corpo a partir de sensor, circuito de controle e leds. Autoras: Edlene Maria (Erem Belo Jardim) e Débora Fernanda (Faculdade Maurício de Nassau).

Carrinho Controlado – carrinho controlado via bluetooth com transmissão de imagens em tempo real. Autores: José Neto e Emily Rocha ambos da ETE Edson Mororó Moura.

Bailarina Giratória Automática – projeto baseado em abajur que liga automaticamente em ambiente escuro. Autora: Maysa Silva da Escola Francisco Martins de Oliveira.
Seguidor de Luz – veículo capaz de ser controlado através de um feixe de luz. Autora: Wyllyany Nayara da Escola ETE Edson Mororó Moura.

Carrinho que se movimenta no escuro – protótipo com sensor de luz que se movimenta em ambientes escuros. Autora: Evellyn Maria da Escola ETE Edson Mororó Moura.

Robô Mourinha dispenser de álcool gel – robô dispenser de álcool gel baseado em eletrônica analógica para pessoas com deficiência física. Autora: Débora Fernanda – Faculdade Maurício de Nassau.

Girassol – protótipo de um seguidor solar para aumento da captação da radiação em painéis fotovoltaicos. Autores: Gabriel Batista, Ruan Fernandes (ambos alunos do IFPE Pesqueira) e Dedier Pedro da ETE Edson Mororó Moura.

Detectbox – circuito capaz de detectar objetos de metal e sinalizar através de efeito sonoro. Autor: Deivid Rafael da ETE Edson Mororó Moura.

Water Sensor – projeto de um indicador de nível de baixo custo para reservatórios de água. Autores: Gabriel Luiz (EREM Belo Jardim) e Hadriel Macedo (ETE Edson Mororó Moura).

LED para sinalização de bicicleta através da geração de energia a partir do movimento das rodas – esse projeto usa um pequeno gerador e eletrônica para sinalização de ciclistas. Autor: Rafael Guimarães da ETE Edson Mororó Moura.

Robeflower – projeto de um robô móvel feito com material reciclado. Autora: Rebeca Beatriz do Colégio Adventista de Belo Jardim.

SDGLP – o nome do projeto é a sigla para: Sistema de Detecção de Gás Liquefeito de Petróleo. Esse projeto foi desenvolvido por alunas que já participaram da MNR 2020 e foram premiadas com Bolsa de Iniciação Científica Jr pelo CNPq. O protótipo é capaz de realizar uma chamada telefônica para um contato programado quando houver vazamento de gás no ambiente que estiver instalado. Autoras: Vitória Marlene, Jullia Beatriz e Thalita Nayara da EREM Belo Jardim.

Sensor de Palmas – projeto de um circuito eletrônico capaz de acionar algum aparelho através de som, com o de palmas. Autora: Istefany Joyce da EREM João Monteiro.

Domótica – esse projeto é capaz de ligar e desligar a iluminação dos cômodos de uma maquete através de Bluetooth. Autores: Julia Alcantara (ETE Edson Mororó Moura) e Joelson Henrique (Colégio Adventista).

Grub Killer – projeto de um equipamento com capacidade de exterminar larvas do mosquito da dengue por ação mecânica e alimentado por energia solar. Autores: Wellington Silva (Colégio Adventista), Everton Albuquerque e Emanuel Gustavo, estes últimos ambos da ETE Edson Mororó Moura.

Piano Eletrônico – protótipo de um instrumento musical baseado em eletrônica analógica. Autor: Jefferson Lucas da ETE Edson Mororó Moura.

 

Links:

Lista dos aprovados para Bolsa: http://www.mnr.org.br/confira-a-lista-de-projetos-selecionados-para-as-bolsas-cnpq-mnr-2022/
Cronograma dos trabalhos apresentados: http://www.mnr.org.br/cronograma-de-apresentacoes-mnr-2021/
Playlist com vídeos da MNR 2021: https://www.youtube.com/watch?v=QrDnpRhIox0&list=PLi4OX3SDj2LMvG50-ocVRIfFF_LQ7SPmh